Home
Política
Cidades
Brasil
Contato

 

 

08/02/2012

Gecoc entra na apuração do atentado contra filho de Albuquerque

O procurador-geral de Justiça, Eduardo Tavares Mendes, autorizou o ingresso do Grupo Estadual de Combate ao Crime Organizado (Gecoc) do Ministério Público Estadual (MP/AL) na apuração do atentado que deixou gravemente ferido o filho do deputado estadual Antonio Albuquerque (PTdoB), o estudante de Direito Nivaldo Albuquerque Neto, que permanecia, até ontem à noite, internado na UTI do Hospital Arthur Ramos. O quadro de saúde dele evolui positivamente, segundo o parlamentar.

As informações são da Gazeta de Alagoas.

Segundo o jornal, o ingresso dos promotores do Gecoc no caso provoca a atuação também da 17ª Vara Criminal da Capital – especializada no combate ao crime organizado. E é uma clara demonstração de que os quatro homens que invadiram a fazenda de propriedade do deputado, na última sexta-feira (3), e fizeram quatro disparos contra Nivaldo fazem parte de uma organização criminosa.

Tal afirmativa chegou a ser feita ontem à Gazeta pelo próprio chefe do MP. Tavares disse que há uma preocupação com o tipo de crime cometido. E citou a possibilidade de ter ocorrido um “crime político de pistolagem”, apesar de não revelar detalhes das investigações.

 
  •         
 

 

HomePolíticaCidadesBrasil

 

Filho de Albuquerque se recupera bem
 
Os Ferro e o desvio de R$ 25 milhões da Assembleia
Sete integrantes, com sobrenome Ferro- além do prefeito de Roteiro e ex-genro, Fábio Jatobá- foram os responsáveis por engordar a conta bancária do chefe da família


 

Repórter Alagoas® 2011.
Edifício Lobão Barreto, sala 805, Centro. Maceió/AL
contato@reporteralagoas.com.br